/apps/enel-x-digital-ecosystem/templates/page-press

Homem negro sorrindo

3 Características das Cidades Inteligentes que tornam as pessoas mais felizes

Uma cidade inteligente promove inclusão e ajuda a assegurar que todos os habitantes, das gerações presentes e futuras, possam viver com mais segurança

PUBLICADO NO DIA: 17/03/2021

Quando se fala em cidades inteligentes, é natural associarmos o conceito às inovações tecnológicas, como internet das coisas (IoT), inteligência artificial e mobilidade elétrica. “Cidade inteligente”, no entanto, não deve carregar em si, somente a questão da tecnologia de forma isolada, pois os verdadeiros sentidos desta concepção são o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida dos cidadãos. A inteligência digital, portanto, é apenas o meio para se alcançar o que realmente importa: o bem estar e a felicidade das pessoas.

 

O conceito de felicidade é muito subjetivo, isso é fato. Mas há alguns indicadores de qualidade de vida comuns a todos, como, por exemplo, o equilíbrio no uso do tempo para trabalho e lazer, a liberdade de ir e vir em segurança e a qualidade ambiental urbana.

 

É importante ressaltar que, quando a gestão pública é voltada à promoção do bem-estar da população, por meio de um bom controle ambiental e de uma oferta qualificada de serviços públicos, é natural que a cidade atraia investimentos privados que gerem mais empregos e melhores arrecadações aos cofres públicos. Além disso, o município tem a oportunidade de se desenvolver como cidade inteligente e atender suas necessidades específicas sem onerar os cofres públicos, ou seja, os próprios serviços gerados remuneram o investimento através das respectivas receitas.

Veja quais são as 3 principais características de uma cidade inteligente e entenda por que elas são fundamentais para o bem estar individual e coletivo. 

1. Governança Inteligente: as pessoas no centro da estratégia

Também chamadas de smart cities e digital cities, as cidades inteligentes são resultado de uma gestão urbana que prioriza uma governança baseada na sustentabilidade em seus três pilares (social, ambiental e econômico) e em um planejamento estratégico que coloca a tecnologia à serviço do bem estar social.

 

governança inteligente pressupõe uma visão sistêmica do espaço urbano e uma integração efetiva entre os órgãos públicos e os cidadãos, por meio das tecnologias da informação e comunicação. A coleta e uso de dados por parte da gestão municipal faz sentido porque torna as tomadas de decisão do governo mais democráticas, fomenta a participação cidadã e considera primordialmente as necessidades das pessoas no espaço urbano.

Ciclovia em cidade

Smart City: Sua cidade inteligente

Iluminação Inteligente, estações de recarga e eletrificação de transporte público.

2. IoT à Serviço da Segurança e Saúde

Escada em metrô iluminado.

Iluminação Adaptativa

Ajuste inteligente de iluminação pública conforme as condições climáticas e intensidade de tráfego.

As cidades inteligentes utilizam as novas tecnologias para detectar e solucionar rapidamente conflitos urbanos e ambientais. Uma cidade interconectada por meio de sensores em mobiliários urbanos, como na iluminação pública inteligente, é extremamente eficiente perante os desafios de segurança pública, sanitários e climáticos, como temporais, enchentes, poluição atmosférica e qualidade da água.

 

Por meio da tecnologia, a gestão municipal consegue evitar e atender prontamente problemas que podem afetar a integridade e a saúde física e mental das pessoas. Pessoas saudáveis e seguras são mais felizes, sem dúvidas.

3. Mobilidade Urbana Sustentável e Inteligente

Imagine uma cidade onde os carros são silenciosos e não poluem, e o transporte público elétrico pode ser monitorado em tempo real. A mobilidade urbana sustentável e inteligente utiliza energia renovável e soluções que qualificam a experiência humana em seus deslocamentos diários, independentemente do meio de locomoção utilizado.

 

Com menos esperas, engarrafamentos, poluição atmosférica e sonora, a vida das pessoas nos grandes centros urbanos se torna menos estressante, mais leve e com mais economia de tempo.

 

O desenvolvimento da mobilidade elétrica com o apoio da transição energética para o uso de fontes limpas e renováveis é um dos principais caminhos para a construção das cidades inteligentes e para a sustentabilidade ambiental global.

Ônibus circulando

Eletrificação do Transporte Público

Cidades mais limpas, silenciosas, inclusivas e eficientes para uma maior qualidade de vida .

Enel X Para Cidades

A Enel X, linha de negócios do Grupo Enel, transforma tecnologias complexas em soluções simples, acessíveis e efetivas, por meio da inovação em múltiplas escalas. O objetivo é tornar cidades mais sustentáveis, habitáveis e com participação dos cidadãos, ao oferecer um ecossistema de infraestrutura urbana eletrificado e digitalizado.

 

A empresa colabora para a promoção da qualidade de vida urbana ao oferecer iluminação inteligente, mobiliário urbano conectado, eficiência energética com fontes renováveis, além de infraestrutura de mobilidade pública elétrica.

Nos últimos anos, as parcerias entre os setores público e privado (PPPs) têm sido fundamentais no Brasil para tirar do papel projetos importantes para a população, principalmente relacionados à construção da iluminação pública inteligente.  Veja, por exemplo, a parceria da Enel X com o município de Angra dos Reis para instalação e gestão de iluminação pública inteligente.